Faleceu o empresário e rotário Armindo Andrade

Rotary Club de Coimbra

O empresário Armindo Augusto Martins da Silva Andrade, de 80 anos, faleceu sexta-feira, nos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC), vítima de doença.
Natural de Viana do Castelo começou por trabalhar na Bosch, no Porto, quando tinha apenas 17 anos, passando depois por Lisboa e Aveiro, antes de chegar a Coimbra, onde fundaria a empresa do ramo automóvel “Runkel & Andrade”, na Avenida Fernão Magalhães.
Aí desempenha a sua actividade profissional até 2001, altura em que resolveu aposentar-se, recorda o único filho, Armindo Andrade.
Casado com Nazaré Filomena Ribeiro Andrade, o empresário esteve profundamente ligado à vida rotária, tendo pertencido ao Rotary Club de Coimbra, onde desempenhou diversos cargos, nomeadamente o de presidente, em 1988. No princípio dos anos 90 entra para a Fundação Rotária Portuguesa, onde desempenha cargos no Conselho de Administração e no Conselho Superior, como secretário e mais recentemente (ainda em funções até Junho de 2015) como vogal-redactor.
«Rotário há mais de 32 anos, o companheiro Armindo Andrade sempre dedicou o melhor da sua generosidade à causa rotária, muito especialmente à causa da Fundação Rotária Portuguesa, onde serviu, com a sua presença diária, por mais de década e meia», lembra António Amorim da Costa, do Rotary Club de Coimbra.
Armindo Andrade fez também parte da direcção da Casa dos Pobres de Coimbra e foi sócio-fundador da Aldeia Graça de S. Filipe, em Bencanta, Coimbra.
O corpo de Armindo Andrade está sábado, dia 6 de Dezembro, a partir das 11h00, em câmara ardente no Complexo Funerário de Nossa Senhora de Lurdes (Capela Ressurreição), onde domingo, dia 7 de Dezembro, às 12h00, se realiza o funeral para jazigo de família no cemitério da Conchada, em Coimbra.