Vídeo da Gala de Ópera Laureados
do Concurso de Canto Lírico - veja aqui

 

Disponibilizamos o vídeo promocional da Gala de Ópera – Laureados do Concurso de Canto Lírico da Fundação Rotária Portuguesa (FRP) que teve lugar em Maio, no grande auditório do CCB – Centro Cultural de Belém.
O vídeo reúne alguns dos momentos mais significativos da gala, que juntou no palco os jovens cantores Bárbara Barradas (soprano), Marina Pacheco (soprano), Cátia Moreso (meio-soprano) e João Terleira (tenor), acompanhados da Orquestra Clássica do Sul, sob direcção do maestro Rui Pinheiro e que interpretaram obras de Wolfgang Amadeus Mozart; Vincenzo Bellini, Gaetano Donizetti, Gioachino Rossini, Ambroise Thomas, Léo Delibes, Franz Léhar, Georges Bizet.
O espectáculo teve uma componente solidária pois o objectivo foi o da angariação de fundos que serão aplicados na realização do 9.º Concurso de Canto Lírico da FRP em 2016.
Para Teresa Mayer, presidente do Conselho de Administração da Fundação Rotária Portuguesa, que no final entregou um ramo de flores a cada interveniente, «o concurso de Canto Lírico integra a acção cultural da instituição e é promovido desde 2007, com a colaboração da Escola de Música do Conservatório Nacional». Esta iniciativa já conta «oito edições nacionais, com provas realizadas em diversas cidades do País, e duas edições internacionais».
O concurso é promovido com o objectivo de incentivar o aperfeiçoamento artístico de jovens cantores portugueses, para quem a necessidade cruzamento de experiências artísticas, conduz, em determinados momentos do seu percurso, à frequência de estágios de formação, mais ou menos prolongados, no país e no estrangeiro.
A Gala de Ópera – Laureados do Concurso de Canto Lírico da FRP decorreu em coprodução com o Centro Cultural de Belém, instituição que habitualmente acolhe a prova final do concurso. Ao evento associou-se também a «Orquestra Clássica do Sul, parceria muito estimável a quem a FRP endereça um especial agradecimento, esperando poder daqui estabelecer pontes para o futuro», sublinha a responsável da FRP.