Prémio Fundador Avelino Manuel da Silva
entregue ao jovem João Paulo Sousa Fernandes

No âmbito do 55.º Aniversário da Fundação Rotária Portuguesa

No âmbito do 55.º aniversário da Fundação Rotária Portuguesa (FRP) teve lugar, recentemente, em Braga a cerimónia de entrega do Prémio Fundador Avelino Manuel da Silva, ao jovem estudante João Paulo Sousa Fernandes.
A cerimónia teve lugar no decorrer de encontro festivo realizado pelo Rotary Club de Braga-Norte e enquadrou-se no aniversário da FRP, bem como, respondeu ao desejo que os clubes manifestaram de entregarem o prémio em sessão festiva a realizar no seio da respectiva comunidade.
Entre outras individualidades o evento contou com a presença do PGD Francisco Zamith (Rotary Club de Guimarães) em representação do PGD Diamantino Gomes, presidente do Conselho de Administração da Fundação Rotária Portuguesa. Na ocasião, o PGD Francisco Zamith fez uma intervenção que teve como tema central a Fundação Rotária Portuguesa e a sua actividade.
João Paulo Sousa Fernandes recebeu o prémio (valor monetário de 500 euros, o livro “Quadro de Honra” e respectivo diploma) pela sua performance académica ao obter a média de 18 valores no final do 12.º ano, como aluno da Escola Secundária Carlos Amarante.
Na sessão, Fernando Antunes, presidente do RC Braga-Norte explicou ao jovem estudante a razão de ser da Fundação Rotária Portuguesa e quais os seus objectivos, bem como, lembrou que o movimento rotário ao fim de 109 anos tem «cerca de 2 milhões de membros, incluindo companheiras rotárias e os clubes jovens como o Interact e Rotaract, integrados em cerca de 34.500 clubes, distribuídos por 193 países reconhecidos pelas Nações Unidas, mais três países Kosovo, Vaticano e Taiwan, além de regiões geográficas».
«A filosofia essencial do movimento, é a da satisfação do dever cumprido, sem esperar galardão, sem almejar reconhecimento e sem perspectivar proeminência por causa do seu empenho no serviço. DAR DE SI ANTES DE PENSAR EM SI, um lema sempre presente. O objectivo é estimular o ideal de servir, o desenvolvimento do companheirismo, o reconhecimento do mérito, a melhoria da comunidade, a aproximação de profissionais de todo o mundo», sustentou.
O presidente do RC Braga-Norte sublinhou ainda que «João Fernandes foi considerado o melhor aluno com média de 18 valores no Curso Profissional de Energias Renováveis. Possuidor de uma forte personalidade, com grande sentido de companheirismo e dotado de vincada liderança. Parabéns, meu caro João, hoje um brioso e aprumado cadete, aluno da Academia Militar da GNR e um dia provavelmente um actuante rotário».

Prémios entregues em cerimónia
que teve lugar em Pombal

A Fundação Rotária Portuguesa (FRP) no âmbito da evocação do 55.º aniversário premiou, mais uma vez, o mérito escolar de jovens estudantes. A distinção representa a entrega do “Prémio dos Fundadores” em homenagem aos 10 elementos que integraram o primeiro Conselho de Administração (1959) e que consta da atribuição de igual número de prémios escolares, cada um com o nome de um dos administradores, a jovens estudantes escolhidos pelos clubes que foram sorteados, aquando do último aniversário da instituição. O conjunto dos prémios, exceptuando o entregue pelo RC Braga-Norte, reuniu os premiados, familiares, professores e comunidade rotária na Biblioteca Municipal de Pombal.
A cerimónia compreendeu ainda a atribuição dos prémios escolares aos dois melhores bolseiros da FRP (um de cada distrito rotário – 1960 e 1970). Ana Cristina Pereira Cunha (Universidade dos Açores) recebeu o Prémio Teixeira Lopes e Ana Rita Fernandes Tavares Sequeira (Escola Superior de Educação e Ciências Sociais de Leiria) recebeu o Prémio Casal Melich.